segunda-feira, setembro 18, 2006

A dor da perda

Uma amiga minha estava me falando que, no dia em que eu perdi minha mãe, a impressão que ela teve foi de que eu estava desolada, e a minha irmã estava desesperada.

Agora, eu é que estou ficando desesperada. Sinto uma falta da minha mãe, uma sensação de solidão de que o chão desabou embaixo dos meus pés... é horrível.

Tento pensar o máximo possível em coisas boas, mas em boa parte do tempo eu me pego pensando no que mais eu poderia ter feito pela minha mãe, pensando se tinha alguma coisa que eu poderia fazer e não fiz... os médicos disseram para mim que eu fiz tudo que era possível. Mas eu não consigo aceitar isso...

Ontem eu estava em casa, organizando a minha coleção de ingressos de eventos aos quais eu já fui (concertos, exposições, peças de teatro, etc). E comecei a lembrar dos passeios que fiz com minha mãe, depois que comecei a trabalhar.

Estou com tanta saudade disso...

Estou com tanta saudade de fazer trancinhas no cabelo da minha mãe, de dar um abraço nela, de chegar no quarto dela imitando o Pingu, porque ela era fã dessa animação de massinhas, era vidrada no pinguinzinho (para quem não conhece, passa na Cultura às 15h00, se eu bem me lembro).

Neste exato momento, tudo o que sinto é uma vontade enorme de chorar.

4 comentários:

Tati disse...

Oi...
Como já disse em outro post, é muito difícil essa situação...
Eu também me pego pensando em minha mãe... pensando no que eu poderia ter feito por ela... se eu poderia tê-la feito mais feliz...
Era uma situação muito difícil,pois ela já não andava a mais de 10 anos.
Querida, sei bem o que está passando... Parace que a gente entra num turbilhão que nunca acaba.
Se precisar de mim para qualquer coisa... estou à disposição.
Uma pena eu não morar mais em SP.
Saiba que é só gritar!
Um grande beijo e que Deus te reconforte.
Tati

Gie disse...

Olá a todos... Meu primeiro blog... Falar sobre a perda deum mãe é uma coisa que nunca soube fazer... e quando aconteceu a partiada da minha mãe, eu busquei respostas para isso...

E a que cheguei? nenhuma resposta! Pois qualquer pessoa sabe que "mãe é mãe" e traduzir sentimento de perda de mãe em palavras é uma tarefa muito difícil e impossível, principalmente, e a sua mãe for aquela quem esteve presente em todas as etapas da sua vida até agora... infelizmente!

Eu sinto esta perda em cada detalhe da minha vida, nos pequenos detalhes, desde a sua forma de acariciar, falar, aqueles toques, que só a sua mãe sabe... e vc tem saudades disso...

É muito difícil... pelo menos para mim! E sei que para todos, também!

Sergio disse...

Estava procurando algo para postar a uma amiga e achei esse aqui, espero que com tanto tempo já esteja melhor. Tudo de bom. Beijos.

Sergio

Anônimo disse...

Oi, já faz 4 anos que perdi minha mãe, e ainda sofro muito,doi de mais, bjs no seu coração.