quarta-feira, maio 17, 2006

Ê demagogia...

Também saiu no Terra...

Lula critica soluções emergenciais para violência

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender a importância da educação no combate à onda de violência em São Paulo e criticou soluções emergenciais surgidas nos últimos dias. "Quando acontece uma desgraça dessas, começa todo mundo a ter solução no bolso, pena de morte, cortar telefones", disse.

Durante cerimônia no interior de Goiás, Lula afirmou que a criminalidade atual está ligada à falta de investimento na infância na década de 80, quando muitos dos jovens delinqüentes eram "crianças de 4 anos".

"Se tivéssemos investido em educação na década de 70, 80, 90, certamente, muitas dessas pessoas que estão presas estariam trabalhando, dando aula ou estudando", disse o presidente. Ao lembrar do estado de pânico provocado pelos ataques em São Paulo, Lula criticou algumas das soluções emergenciais sugeridas nos últimos dias por governos e sociedade.

Antes de encerrar seu discurso, Lula voltou a falar que quatro anos é um período muito curto, sem falar em possível reeleição. "Se tudo pudesse ser resolvido em quatro anos, acho que nem teria sido eleito presidente. Eu só fui eleito porque as coisas estavam difíceis e o povo resolveu apostar em um metalúrgico. Nós temos que ser capazes de ser melhores do que aqueles que nos antecederam", disse o presidente em meio a aplausos.

Lula participou da cerimônia de reinauguração do hospital Pio X em Ceres, Goiânia. Depois do evento, acompanhado do ministro da Saúde, Agenor Álvares, o presidente segue para Santo Antônio do Descoberto onde, em um trecho da BR-060, que liga Brasília a Goiânia, inspeciona as obras de duplicação e restauração da rodovia.

Eu pergunto ao efelentíffimo presidente: se não aplicarmos "soluções emergenciais", vamos ficar à mercê dessa bandidagem (que tem até a pretensão de querer eleger deputados) porque a criminalidade atual está ligada à falta de investimento na infância na década de 80, quando muitos dos jovens delinqüentes eram "crianças de 4 anos"????

Ah, sim, só pra lembrar, quando o efelentíffimo diz que "quatro anos é pouco tempo", ele se esquece de que, durante os mandatos do presidente anterior, ele dizia exatamente o contrário...

Já me disseram que a melhor coisa de São José dos Campos é a rodoviária. Pois bem, ultimamente eu ando pensando que a melhor coisa do Brasil é Cumbica...

3 comentários:

JOÃO PAIM disse...

olá
o lula viajou faz tempo na maionese, passou já começou a ter delirius não sei se é trem " pois depois que parou de beber, está falando mais bobagem ainda .
valeu gostei do te blo g visite euvotonulo

To me achando disse...

Efelente texto. Arrasou nos lembretes de quando Lula era oposição. Eh sempre bom refrescar a memoria. Abs e inté!

To me achando disse...

E minina, veja que mundo pequeno. Tb sou de Saint Joseph.